Grêmio lidera mas não encanta

"Não fiquei satisfeito com o que vi. Fomos muito lentos na saída de bola. Tem erros que ainda me irritam", disse Vagner Mancini, após a vitória contra o Guarany.
Benitez estreou no Grêmio na vitória contra o Guarany de Bagé

O Grêmio venceu o Guarany de Bagé por 2 a 0 na Arena, neste domingo (06/02), e assumiu a liderança do Campeonato Gaúcho sem brilho. Lidera, mas não encanta. A estreia de Benitez foi apática, apesar de ter participado da jogada do segundo gol, marcado por Diego Souza no segundo tempo. Quem fez falta foi Campaz que acabou saindo machucado ainda na primeira etapa. Apesar das limitações, o Guarany conseguiu ameaçar o Grêmio no primeiro tempo. Janderson, que marcou o primeiro gol teve mais esforço e dedicação do que futebol.

A defesa do Grêmio foi pouco testada nos dois jogos com os titulares, mas a saída de bola tem problemas com Diogo Barbosa e Orejuela, somada a característica defensiva da dupla de volantes Thiago Santos e Lucas Silva, que até saíram no segundo tempo para as entradas de Villasanti e Fernando Henrique.

O maior problema do time está no meio-campo. Falta organização, criatividade e velocidade. O técnico Vagner Mancini precisa acelerar este processo de evolução. O desempenho sem brilho, pode ser pela falta de entrosamento. Ele também não gostou do que viu. Não sabemos o que está sendo treinado na pré-temporada. Mas a amostra em campo não agrada e a cara do novo time ainda é muito parecida com a da equipe que foi rebaixada. Ferreira desequilibra em jogadas individuais e quando a bola aparece para Diego Souza, ele marca gols. Previsível e insuficiente para quem precisa voltar à série A.