Nicolas é destaque na vitória de virada do Grêmio sobre o Aimoré

Benitez participou da jogada gol de Villasanti, mas teve mais uma atuação discreta. Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio venceu o Aimoré de virada no Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo, e se manteve na liderança isolada do Campeonato Gaúcho. Com dois jogos do time de transição, dois com titulares, Vagner Mancini mandou a campo um time reserva. Apesar de um primeiro tempo morno, o jogo valeu pelo resultado, mas também para mostrar uma nova opção para a lateral esquerda. Nicolas cruzou duas vezes para área com qualidade e Villasanti de cabeça e Rodrigues num chute de dentro da área. Com as atuações recentes de Diogo Barbosa, o lateral indicado por Mancini abriu a disputa por uma vaga no time. Coletivamente, a movimentação dos volantes Fernando Henrique e Villasanti com Benitez centralizado não teve êxito no primeiro tempo, com dificuldades na saída da desfesa, até mesmo por duas vezes, em bolas recuadas, o goleiro Brenno se atrapalhou com os pés. Assim, o Aimoré tinha Wagner com espaço para criar, embora só chegasse ao gol no segundo tempo com

Wesley Pacheco.


Churin não aparecia, Rildo e Gabriel Silva tentavam em jogadas individuais. Mancini tirou os três e colocou Ferreira, Janderson e Diego Souza, reforçou a zaga com Bruno Alves no lugar de Lucas Kawan. No final, ainda trocou Fernando Henrique por Bobsin. O time melhorou bastante e o Aimoré com 4 alterações se encolheu. A virada veio ao natural. Benitez participou da jogada do gol de Villasanti com um belo passe para Nicolas em profundidade que cruzou na cabeça do volante. Mas o meia argentino precisa de mais jogos para se encaixar no time. O próximo desafio do Grêmio é domingo, às 19h, contra o Juventude, na Arena.