Mano recupera Edenilson


Edenilson voltou a jogar na dele como segundo volante desde que Mano Menezes assumiu o comando técnico do Internacional. Não demorou muito para a estrela do jogador brilhar. Capaz de ser um construtor a partir da defesa e um finalizador no ataque, o volante foi o principal destaque da vitória do Internacional sobre o Independiente de Medellin pela Copa Sul-Americana. Mesmo com a vitória do Guaireña sobre o 9 Ocutubre por 3 x 2, o Inter é líder do seu grupo com um gol a mais que o time paraguaio. Mas tudo foi possível graças a Edenilson que marcou os dois gols da vitória por 2 a 0 diante dos colombianos. Um gol com o pé direito e outro com o pé esquerdo. Só os líderes de cada grupo se classificam. O Inter ainda recebe o 9 de Outubre em casa e o time paraguaio enfrenta o Independiente, na Colômbia. Se Inter e Guaireña vencerem na última rodada, a vaga vai ser definida pelo saldo de gols. Um golaço contra o preconceito. Edenilson marcou o primeiro gol do Inter com um gesto de protesto contra o racismo. Tirou a camisa, exibindo a pele negra, e cerrou o punho no alto. Acabou sendo premiado com mais um gol no segundo tempo. Mano Menezes trouxe maior confiança para o grupo e tem trabalhado de forma pontual com alguns jogadores. Edenilson nem precisa de muita coisa. Basta estar confortável para jogar que ele poderá ser cada vez mais útil para o Inter no Campeonato Brasileiro e na Sul-americana.