Tudo pronto para Peniche, ainda sem Gabriel Medina



Italo Ferreira venceu as duas útimas edições de Peniche. Foto: ©WSL / Laurent Masurel)

A primeira etapa do Circuito Mundial de surfe de 2022 acontece em Peniche, Portugal, após as duas primeiras serem disputadas no Havaí, em Pipeline e Sunset. Ainda sem o tricampeão Gabriel Medina, que decidiu dar um tempo para se recuperar de um período de forte depressão e redescobertas da vida dele. O prazo do MEO Pro Portugal apresentado pela Rip Curl nas ondas de Supertubos, começa na próxima semana, dia 3 de março. Devido a pandemia, esta etapa não foi realizada em 2020 e 2021 e Italo Ferreira ganhou as duas últimas edições, em 2018 e 2019. O campeão olímpico vai iniciar a busca pelo tricampeonato na quarta bateria, estreando junto com o também potiguar Jadson André e o português Vasco Ribeiro.

O fuso horário de Peniche é de 3 horas a mais do de Brasília, então, se as baterias do MEO Pro Portugal apresentado pela Rip Curl começarem às 8h, serão 5h da madrugada no Brasil. Assim, como nas duas primeiras etapas no Havaí, o evento poderá ser assistido ao vivo pelo WorldSurfLeague.com e pelo Aplicativo e YouTube da WSL, com transmissão especial no Brasil pelo Globoplay, GE.Globo.com e a partir das quartas de final pelos canais Sportv.


Os melhores surfistas do mundo já estão escalados para estrear nas ondas de Supertubos. Além de Gabriel Medina o contundido Yago Dora, não retornam nesta etapa e Caio Ibelli segue substituindo o tricampeão mundial na seleção brasileira. Caio é uma das surpresas do início da temporada nas ondas épicas de Pipeline e de Sunset Beach, no Havaí. Ele chegou nas semifinais das duas etapas e ocupa a quarta posição no ranking liderado por outro surfista que competiu como convidado nos dois eventos, o havaiano Barron Mamiya.

Fonte: João Carvalho/ WorldSurfLeague.com